Minha lista de blogs

terça-feira, 15 de maio de 2012

Noam Chomsky: fracasso das guerras contra o narcotráfico é intencional

O intelectual estadunidense, Noam Chomsky, descreveu como "intencionais" os fracassos das guerras contra o narcotráfico aplicadas na América Latina e promovidas pelos Estados Unidos.



Durante sua intervenção no 45º aniversário da revista Nacla (North American Congress on Latin America), em Nova York, o filósofo afirmou: "o problema das drogas na América Latina está aqui nos Estados Unidos. Nós suprimos a demanda, as armas e eles (latinos) sofrem", como descreveu o jornal La Jornada.


"É certo que durante 40 anos a guerra contra as drogas fracassou em seus objetivos declarados. Todos sabem que a prevenção e o tratamento é a forma mais eficiente de abordar o problema das drogas, e que operações no estrangeiro é a maneira mais ineficiente".

 Mencionou o caso colombiano, onde as campanhas de fumigação apenas favorecem os grandes empresários do negócio agrário e acabam com a produção de camponeses que, além disso, são obrigados a abandonar suas terras, vítimas das políticas contra o narcotráfico, financiadas pelos Estados Unidos.
 "Alguém tem que perguntar o que está na mente dos idealizadores diante de tanta evidência de que não funciona o que dizem que estão tentando conseguir. Quais são as intenções prováveis? As consequências previsíveis são bons indicadores de efeito", declarou.

 Apesar destas políticas falidas, Chomsky ressaltou que os "Estados Unidos já não manda na América Latina" e acrescentou: "é preciso reconhecer que algo notável aconteceu na América Latina: os dias em que os Estados Unidos impunham sua vontade no hemisfério já estão no passado".

 Um recente caso desta mudança no panorama da região foi a Cúpula das Américas, celebrada em Cartagena; evento finalizado sem a declaração política após o hemisfério se opor a Washington e Ottawa pelo bloqueio que os Estados Unidos mantêm contra Cuba.

 


Fonte: AVN
Tradução: Redação do Vermelho

3 comentários:

Tibiriçá disse...

Só faltou ao Noam Chomsky "dar nome aos bois" como por exemplo dizer que quem faz a logística e proteção ao tráfico é a CIA, não só na AL, mas em todo o mundo, e também faltou o mais importante que foi dizer quem se beneficia com o dinheiro gerado pelo tráfico, isento de impostos e de controle...será que os responsáveis são as oligarquias mundiais? Eu com certeza não me beneficio, pelo contrário fico a mercê da insegurança estatal.

Fernando Franco disse...

Burgos e Tibiriçá, acho que a outra perna desse esquema está por aqui em http://youtu.be/YocaEuldzKY

Os mercenários do capital, se for preciso, vendem até a própria genitora! o que vale são os interesses. Deles, é claro...

Octopus disse...

Completamente de acordo com Tibiriçá, grande parte do trafico de droga é feito pela CIA que utilizam o dinheiro para financiar as suas operações.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...