Minha lista de blogs

domingo, 19 de maio de 2013

Choque elétrico na cabeça melhora o aprendizado em matemática, diz médico judeu



Pesquisadores da Universidade Oxford elaboraram o procedimento em estudantes


Cientistas da Universidade de Oxford, na Inglaterra, elaboraram um experimento inovador: choque elétrico na cabeça dos estudantes melhora as habilidades com a matématica e desenvolvimento do aprendizado. Os alunos aprendem cálculos até cinco vezes mais rápido. As informações foram retiradas do Daily Mail.

A equipe de Oxford realizou a experiência em 51 alunos durante cinco sessões. Em um forma mais rápida que o ensino escolar, os estudantes aprenderam novas contas e maneiras de recordar figuras em tabelas. 


Roi Cohen Kadosh

Roi Cohen Kadosh, pesquisador chefe do departamento de psicologia experimental de Oxford, disse que a equipe estava tentando encontrar uma forma de ajudar as pessoas que tem dificuldade com a matemática.

O estudo sugere uma maneira segura e barata que podemos melhorar matemática na vida das pessoas. Em cinco dias, fomos capazes de trazer melhorias duradouras nas funções cognitivas e do cérebro.


Exames elaborados durante o procedimento de corrente elétrica demonstram que a técnica aumenta o suprimento de oxigênio e nutrientes no cérebro.




Fonte: R7

Imagens: R7, Google


--------------------------------------------------------------

Pesquisei sobre esse "Dr"  Roi Cohen Kadosh, deixo abaixo o texto com tradução do google, também deixo o endereço e telefone do dito "Doutor" para "aqueles" que estejam interessados em levar choque cerebral.


(Burgos Cãogrino)


-----------------------------------------------------------------

Curriculum vitae 


Roi Cohen Kadosh
Wellcome Research Career Development Fellow
Endereço: Departamento de Psicologia Experimental
South Parks Estrada
Oxford, OX1 3UD
Telefone: (01865) 271385
Fax: (01865) 310447
Email: roi.cohenkadosh psy.ox.ac.uk


Eu recebi o meu bacharelado em Ciências Comportamentais da Universidade Ben-Gurion, em 2002.


Em 2006 eu terminei meu doutorado em Neuropsicologia (summa cum laude, pista direto) sobre as operações mentais e mecanismos neuropsicológicos de processamento numérico e magnitude sob a supervisão de Avishai Henik na mesma instituição. 

Durante esse tempo, eu também tive a oportunidade de ganhar experiência com técnicas de neuroimagem, como a ressonância magnética funcional e ERP sob a supervisão de David Linden no Instituto Max Planck para Pesquisa do Cérebro.

Como parte do meu doutorado, eu completei um ano de treinamento clínico como estagiária em Neuropsicologia, na unidade de lesões cerebrais traumáticas, Beit Lowenstein Centro de Reabilitação.

Entre 2003-2004 Eu também completou o Diploma Europeu em ciências cognitivas e do cérebro (EDCBS).

De 2006 a 2009, recebi treinamento de pós-doutorado com Vincent Walsh da Universidade de Londres para o qual fui financiado pela Fundação Yad-Hanadiv/Rothschild, a Organização Internacional de Pesquisa do Cérebro e da União Europeia.

Desde agosto de 2009, eu comecei a set-up meu trabalho como Wellcome RCD companheiro. Devido ao meu avanço no campo da cognição numérica I recebeu em 2010 a prestigiada Sociedade de Neurociência Prêmio de Desenvolvimento de Carreira.

Pesquisa


Meus principais interesses focar cognição numérica e a aquisição de compreensão numérica, as funções do córtex pré-frontal e parietal e o seu papel na representação numérica e magnitude, bem como a média aritmética, as funções de controlo cognitivas, e os mecanismos cognitivos e de sinestesia possíveis ligações com interação inter-modal e de consciência. Para estudar essas funções cognitivas e habilidades perceptivas Estou usando técnicas de estimulação do cérebro do fMRI, EEG, e não invasivo, em conjunto com métodos comportamentais aplicadas ao estudo de pacientes neurológicos, bem como assuntos típicos, e populações especiais (discalculia do desenvolvimento, pessoas com sinestesia)





Fonte: Google, cohenkadosh.psy
Imagens: Google


5 comentários:

Tibiriçá disse...

Quando a gente pensa que já viu de tudo, aparece mais uma "novidade" nem sei o que pensar...talvez precise tomar uns choques...

Fada do bosque disse...

Olá Burgos e Tibiriçá,

Sempre pensei estar a viver o Matrix de verdade, mas não de forma tão intensa e exposta!

Quem precisava levar uns choques valentes, são mesmo esses "génios" judeus...

Mas, o mais doloroso, é que as pessoas vêem nisso um sinal de evolução e agradecem.

BURGOS disse...

Tibiriçá e Fada

Quando ví essa notícia, tive que rir para não chorar, imaginando como alguém pode ser tão estúpido ao ponto de se deixar levar choques no cérebro com a intenção de aprender matemática?
E como alguém pode ser EXTREMAMENTE estúpido quando permite que uma criança leve choque no cérebro porque acha que essa criança tem dificuldade em aprender números?

Cada vez mais eu acredito que não pertenço a esse planeta, devo ter caído aqui por um descuido.

Um grande abraço meus amigos

Vapera disse...

Caros,

Gostaria de observar que cohen é cohanin, são os sacerdotes levitas.
Cohen, couhan, e diversos outros acochambros nominais são só para enganar goyin.
Lewis é levi, e assim os santos vão fazendo das suas.

É fundamental a leitura do livro "O judeu internacional" "the international jew" um livro do Henry Ford que foi o maior estudioso do que são judeus, mas curiosamente isso ninguém fala sobre ele. Gatou fortunas só para triangular a verdadce judaica!!
E mesmo assim tem quem acredite nessas coisas hibridas.
Todo choque no cérebro provoca um condicionamento pavloviano (judeu!!!), a associação com números é apenas a forma de ocultar os objetivos reais, que são manipulação de massa.

Um sacerdote levita ensinando os gentios a serem mais espertos???
Não, não creio que seja algo que possa favorecer alguem que não seja judeu.

Um grande abraço meus amigos.

Octopus disse...

Burgos,

Faz-me lembrar o filme "voando sobre um ninho de cucos"

Einstein tinha razão quando dizia que "existem duas coisas infinitas, o universo e a estupidez humana, apesar de não ter a certeza quanto á primeira".

Não fosse triste, dá mesmo vontade de rir.

Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...