Minha lista de blogs

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Rádio e TV Pirata dos EUA incita terrorismo em Cuba

Condenam agressões radioelétricas dos EUA contra Cuba

A Conferência Mundial de Radiocomunicações ratificou hoje o caráter ilegal das agressões radiais e televisivas que os Estados Unidos mantêm contra Cuba.

Com o apoio abrumador da comunidade internacional, uma iniciativa cubana a respeito foi aprovada sem necessidade de votação, indica uma nota de imprensa da Delegação Permanente de Cuba em Genebra.

O Chefe da delegação cubana à Conferência, Wilfredo López Rodríguez, Diretor de Regulações e Normas do Ministério de Informática e Comunicações, denunciou perante o fórum o aumento das interferências prejudiciais causadas pela agressão radioelétrica dos Estados Unidos.

Mais de 20 transmissores de radiodifusão de diferentes serviços sonoros e de televisão transmitem do território estadunidense mais de duas mil horas semanais de programação anticubana, incluídas alocuções em que se convoca à realização de atos terroristas, declarou López.

Acrescentou que nos dias 22 e 29 de dezembro de 2011 foram realizadas transmissões recorrendo a frequências adicionais, apesar de estarem inscritas no registro internacional para o uso de estações cubanas.

A Conferência Mundial de Radiocomunicações aprovou a iniciativa da maior das Antilhas de monitorar e informar na próxima reunião de 2015 sobre as interferências causadas pelos Estados Unidos aos serviços radiais e televisivos.

Esta decisão confirma a conclusão adotada na reunião anterior de 2007, quando se reconheceu a ilegalidade destas agressões.

Nessa oportunidade, declarou-se que uma estação de radiodifusão que funcione a bordo de uma aeronave e transmita unicamente para o território de outro país sem seu consentimento está contra o Regulamento de Radiodifusões.

Durante sua intervenção perante o plenário, o representante cubano declarou que seu país continuará defendendo todos os seus atributos de soberania, inclusive a administração de seu espaço radioelétrico.



Fonte: Prensa Latina

2 comentários:

Tibiriça disse...

Como podemos ver não existe nenhuma boa intenção, aliás como nunca houve dos americanos que são obrigados a engolir um regime completamente oposto ao seu e tão próximo geograficamente, e mais, sofrendo um embargo econômico brutal. Então só resta aos americanos ficar minando com a sua ideologia tudo que Cuba representa, a resistência e uma forma política diametralmente diferente de governar. Não entendo que o comunismo, ou o socialismo seja o "supra sumo" do bem-estar, mas é preciso respeitar as diferenças, então quem é contra o capitalismo americano? o que fará? terá o mesmo direito de interferir na sociedade americana?

BURGOS disse...

Tibiriça

Tentei baixar um filme de 1975 que o P.P.P. me indicou, entra uma página do FBI denunciando pirataria.

O governo do Império pode fazer pirataria em Cuba, isso quer dizer que pirataria só é legal se for para derrubar algum governo que discorde dos EUA.

Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...