Minha lista de blogs

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

SUPERPOPULAÇÃO É UM MITO - I e II

SUPERPOPULAÇÃO É UM MITO – I

7 bilhões podem viver num território do tamanho do Texas!

A elite quer que você não tenha filhos e leve uma vida cheia de privações porque sente que você é uma ameaça ao modo de vida dela.

A mitológica ideia inventada pelo vigário (isso não lembra do conto do vigário?) Thomas Malthus, em 1798, de que a população mundial atingiria um pico numérico que conduziria o planeta a um colapso devido à falta de alimentos, e que por este motivo os pobres deveriam ser exterminados para que não perecessem de fome e não ameaçassem a sobrevivência da espécie humana, está sendo retomada em nosso tempo por nomes da comunidade acadêmica como Paul Ehrlich e John P. Holdren, sendo que este último é o atual diretor de Ciência e Tecnologia da Casa Branca.

Assista a essa animação produzida pelo Instituto de Pesquisas de População

Por Andre o’Zaca

Esta ação atende aos anseios eugenistas da Elite Globalista a qual tem um plano de Extermínio Global que pretende varrer 95% dos seres humanos do planeta. A MídiaProstituta, é claro, foi incumbida de alardear hipnoticamente a “ameaça da Superpopulação” de forma que ela seja aceita por toda a sociedade sem questionamento, escondendo o fato de que a população atingirá um pico em 30 anos a partir do qual começará a decrescer e contribuindo com a construção de um mundo de abundância para poucos e de penúria e escassez para quase todos.

CAÇADORES DE MITO: 7 BILHÕES DE PESSOAS CABERIAM DENTRO DE UM TERRITÓRIO DO TAMANHO DO ESTADO DO TEXAS?

ATENÇÃO: Ninguém está propondo que devemos ir todos morar juntos no Texas. A hipótese de que 7 bilhões de pessoas podem viver num território do tamanho deste estado só foi levantada para provar que a superpopulação é um mito.

Resolvi fazer uma conta simples para verificar a alegação do produtor do vídeo acima, de que caberiam 7 bilhões de pessoas dentro de um território do tamanho do estado do Texas.

  1. Vamos considerar, conforme propõe o vídeo, que só morarão famílias de 4 pessoas nesse território, e que cada família terá uma casa individual com jardim;
  2. Cada casa individual ocuparia um terreno de 200 metros quadrados (10 metros de comprimento por 20 de largura);
  3. Agora vamos imaginar que seriam necessários outros 200 metros quadrados por família para fins de infra-estrutura urbana, como ruas e outras instalações;
  4. Temos então, dentro destas suposições, 400 metros quadrados por família (200 da casa mais 200 da infra-estrutura);
  5. Se considerarmos os 7 bilhões de pessoas divididos por 4 pessoas por família, teremos que ter 1 bilhão e 750 milhões de casas;
  6. Numa pesquisa rápida, descobri que o estado do Texas tem 696.200 quilômetros quadrados;
  7. 400 metros quadrados equivalem a 0,0004 quilômetros quadrados;
  8. 696.200 km2 divididos por 0,0004 km2 por casa é igual a 1.740.500.000 casas possíveis;
  9. O total de casas necessárias (1.750.000.000) subtraído do total de casas possíveis (1.740.500.000) resulta num déficit de 9.500.000 apenas, considerando-se um espaço de 400 metros quadrados por família;
  10. Conclusão: Dentro da grandeza destes números, nove milhões e meio de casas a dever é uma quantidade muito pequena, por isso pode-se considerar que a hipótese de que seria possível que os 7 bilhões de pessoas do mundo pudessem viver juntas dentro de um território do tamanho do Texas é válida. Isso sem contar a possibilidade de construir prédios que abriguem mais de uma família, o que reduz a extensão necessária de território.

SUPERPOPULAÇÃO É UM MITO – II

A África poderia alimentar o mundo todo sozinha!



E hoje há comida suficiente para que todos tenham uma alimentação saudável





Por André o’Zaca

QUAL A TESE DOS EUGENISTAS E DE QUEM QUER REDUZIR A POPULAÇÃO?

Essas pessoas acreditam na teoria malthusiana de que o número de pessoas no mundo atingiria um determinado pico a partir do qual não seria mais possível produzir alimentos e recursos naturais de forma suficiente, o que levaria a sociedade a um colapso. Por isso seria necessário exterminar as pessoas das camadas mais pobres da sociedade para que não perecessem de fome e não colocassem a humanidade em risco.

O QUE DIZEM AS ORGANIZAÇÕES MUNDIAIS DE ALIMENTAÇÃO?

Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação e o Programa Mundial de Alimentos, atualmente existe comida suficiente no planeta para que todos sejam bem alimentados e levem uma vida saudável e produtiva.

NÃO CONTAVAM COM A TECNOLOGIA: ESTAMOS PRODUZINDO O MESMO COM MENOS TERRA

Malthusianos e evolucionistas sempre ignoram o poder da tecnologia. A cada ano que passa, as tecnologias desenvolvidas para a agricultura nos permitem produzir a mesma quantidade de alimentos com uma menor extensão de terra do que era necessário no passado. Além disso, esta tecnologia também nos permite cultivar alimentos em terras nas quais seria impossível poucos anos atrás.

A ÁFRICA TEM CAPACIDADE, POR SI SÓ, DE ALIMENTAR O MUNDO TODO

Especialistas em agricultura acreditam até mesmo que a África, se cultivada através do uso de métodos modernos de lavoura, poderia, após um período, alimentar o mundo inteiro. Por si própria.

POR QUE A FOME EXISTE? A SUPERPOPULAÇÃO NÃO É UMA DAS CAUSAS PRINCIPAIS

O Programa Mundial de Alimentos lista as principais causas da fome:

  • Pobreza – impede que muitos comprem os alimentos que precisam;
  • Conflitos (Guerras) – destrói plantações e atrapalha os esforços de socorro;
  • Desastres Naturais – destrói plantações e a infra-estrutura;
  • Super-exploração do Meio Ambiente – empobrece a terra e deixa o ambiente sem condições para a prática da agricultura;
  • Infra-estrutura de Agricultura Precária – a indisponibilidade de tecnologias, equipamentos e insumos para a agricultura reduz a capacidade de produção. A falta de infra-estrutura de transporte faz com que não existam rotas seguras para transportar alimentos para áreas necessitadas.
REDUZIR A POPULAÇÃO RESOLVE ALGUMA COISA?

Reduzir o número de pessoas que passam fome através do controle populacional ou de extermínio não fará com que a população restante seja menos faminta. Pois aqueles que têm acesso aos alimentos continuarão a ter acesso a eles. E aqueles que não têm, continuarão a passar fome.

Reduzir a população não fará que os alimentos sejam magicamente distribuídos de forma igual. E colocar a culpa na superpopulação por tudo não faz mais nada do que nos distrair dos problemas verdadeiros que nós realmente temos.




Fonte: brasilindomavel.com.br, indicado pelo amigo P.P.P.

7 comentários:

voz a 0 db disse...

Acabando com o Sistema Monetário... muitas coisas acabam "naturalmente"...

voz a 0 db disse...

Voltei... só para escrever que:

Todas estas contas e números estão fundamentalmente ERRADOS...

Porquê?
Simples, somos uma espécie que não vive segundo as Leis da Natureza logo todas as contas estão erradas!

Au Au!

BURGOS disse...

Vozzzzzz

Tu ainda vais me deixar maluco, hehehehe

Abração meu amigão

voz a 0 db disse...

eheheh Burgos... não é para te pôr maluco... é para ver se escreves algo sobre isso!

Festinhas...

Octopus disse...

Amigo Burgos,

Não sei como, ainda não tinha lido esse teu artigo.

Tens toda a razão a sobrepopulação é um mito, bem distribuída existe alimentação para alimentar praticamente o dobro da população actual.

Um grande abraço

Francisco Fernandes disse...

Coloque esses 7 bilhões de pessoas nos 115 milhões de hectares que representam o território das reservas indígenas no Brasil e teremos uma densidade demográfica menor que a da cidade de São Paulo.

BURGOS disse...

Francisco

É verdade meu amigo, hehehehe.
Subestimam a inteligência das pessoas com noticias apavorantes.

Um grande abraço, e seja bem vindo ao blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...