Minha lista de blogs

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Um cão preocupado com a América do Sul




Coloco esse post para pensarmos sobre isso.
O mundo tem que estar em alerta, não podemos acreditar nas mentiras que a "mídia" convencional lança no mundo todos os dias.








Chevron terá que pagar vinte e sete bilhões de dólares a equatorianos.


Bank of America, JP Morgan Chase, Citigroup e Wells Fargo são proprietários dos Quatro Cavaleiros do petróleo (Exxon Mobil, Royal holandesa Shell, a BP Amoco e Chevron Texaco), juntamente com o Deutsche Bank , BNP, Barclays e outros gigantes europeus.

Os Estados Unidos está com o sistema financeiro completamente falido, como o governo e os banqueiros vão resolver isso?


Será que a mídia irá inventar outro "Ditador", como já tentaram fazer isso no Equador?


Ou será que eles pretendem fazer com o Equador o mesmo que fizeram na Líbia?




Presidente do Equador em entrevista em 27/10/2010

Depois do golpe contra Manuel Zelaya, em Honduras, o senhor declarou: “eu sou o próximo”. Quais sinais o senhor via na ocasião?

Rafael Correa – Desde o primeiro dia de meu governo, vivemos uma conspiração permanente, como todos os governos da mudança na América Latina. Que casualidade que fomos nós – Venezuela, em 2002; Bolívia, em 2008; Honduras, em 2009: e Equador, em 2010 – que sofremos tentativas de golpe. A possibilidade de que isso seja casualidade é nula. Por quê? Porque estamos mudando as coisas.

Rafael Correa: Todos os quadros de inteligência trabalhavam para a CIA

Surpreende a forma com que o senhor reconhece que as estruturas de inteligência foram penetradas pela CIA.

É que isso é verdade. Quando cheguei ao governo, sinceramente, por minha origem acadêmica, esse tema não era sequer prioridade. Foi meu grande erro. O que me devolveu à realidade? O dia 1° de março de 2008, quando tivemos evidências de que as instâncias de segurança do Estado equatoriano tomaram conhecimento, com antecipação, do ataque colombiano a Angostura e não nos informaram. Avisaram a Embaixada dos Estados Unidos. Então, nos demos conta de que essas unidades recebiam recursos dos EUA. Formou-se uma comissão, que passou a investigar, e, entre suas recomendações, está o desmantelamento dessas instâncias. Temos evidências de que seu chefe, o coronel Mario Pazmiño, era funcionário da CIA. Quando o despedi e decidimos que nós que iríamos nomear a diretoria da unidade, a Embaixada dos EUA decidiu levar embora os equipamentos que havia doado. Mas os diretores não lhes deram apenas os equipamentos, suas caminhonetes, seus computadores, mas, também, a informação dos computadores! Veja que servilismo dessa gente.

Qual o tamanho do estrago que foi feito na segurança interna?

Ficamos zerados. Todos os quadros de inteligência trabalhavam para a CIA. Tivemos que buscar quadros alternativos, algo que não se forma da noite para o dia. Em 2009, conseguimos aprovar a lei do sistema nacional de inteligência.

Um comentário:

Luiz Vieira disse...

Burgos, não sou expert em política internacional, mas acho que os EUA não seriam tão grosseiros a ponto de derrubar o Governo Ecuatoriano com as armas como fizeram na Líbia, até porque na Líbia precisaram destruir tudo para não ficar as evidências históricas de um país que vivia a sua própria vida com razoável abundância. No caso do Ecuador quem sabe só um golpe mediático, daqueles bem democráticos e o seu presidente será transformado em Ditador até o amanhecer...ainda mais depois de ter dito na televisão que interceptaria os aviões que despejam trilhas químicas...trilhas químicas? (e ao que me parece é o único presidente na América do Sul que consegue olhar para o céu)
Afinal todo mundo já viu, não é mesmo?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...