Minha lista de blogs

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Benjamin Netanyahu pretende atacar o Irã

O primeiro ministro israelita e os seus ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa pretendem atacar militarmente o Irã e para isso tentam convencer a maioria do governo que se opõe, noticia o jornal Haaretz.

De acordo com este diário, só a oposição de uma maioria de ministros, do chefe de Estado Maior das Forças Armadas e dos serviços de informações travam ainda a “opção militar” contra o Irã que Netanyahu, o xenófobo chefe da diplomacia Avigdor Lieberman e o ministro da Defesa, o antigo chefe trabalhista Ehud Barak, já amadureceram. Entretanto, ainda segundo o Haaretz, a força aérea israelita tem realizado treinos para uma ofensiva à distância numa base aérea da OTAN no sul de Itália.

O assunto esteve na agenda da reunião do gabinete restrito na qual foi adotada a resposta de Israel à admissão da Palestina na UNESCO mas em relação àquele ponto concreto a maioria dos oito membros são contra, como é o caso do chefe do partido ultra-ortodoxo sefardita Shass, do ministro dos Assuntos Estratégicos, do ministro das Finanças e também de Benny Begin, ministro sem pasta filho do antigo chefe do governo Menahem Begin.

Ehud Barak desmente que a decisão de atacar militarmente o Irã já tenha sido tomada, mas o Haaretz informa que esse é o objectivo dos exercícios que estão a ser realizados no sul de Itália e também em Israel. Acrescenta que as forças armadas testaram muito recentemente o sistema de propulsão de um engenho na base de Palmahim, ao sul de Telavive, que deverá ser, segundo a rádio pública, um míssil balístico que poderá transportar ogivas nucleares.

Israel desmente que possui armas atômicas, mas é do conhecimento geral na comunidade internacional que se trata da única potência militar nuclear no Médio Oriente.

A ação poderá estar dependente ainda da opinião dos outros membros do governo e do relatório que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) deverá publicar no próximo dia 8 sobre o programa nuclear iraniano, que Teerã anuncia como civil. De acordo com a notícia do Haaretz, os ataques israelitas idealizados pelo primeiro ministro, Barak e Liebarman teriam como alvo as instalações nucleares iranianas, a exemplo do que aconteceu com a ofensiva realizada contra um reator iraquiano de fabricação francês no tempo do regime de Saddam Hussein.

O jornal israelita cita o chefe das forças armadas iranianas, general Hassan Firuzabadi, segundo o qual o Irã não ficará “sem reagir” e “os Estados Unidos sabem que qualquer ataque do regime sionista contra o Irã provocará sérios danos não apenas a este regime mas também contra os Estados Unidos”.


Fonte: beinternacional

Noticia relacionada: http://www.tijolaco.com/mais-uma-guerra-para-aliviar-crises/


Um comentário:

Tibiriça disse...

De fato Burgos já estava tudo desenhado, a grande vantegem da internet e do blogs é que podemos já agora saber com certa antecedência o que vai acontecer pelo mundo a grande vantagem é se quisermos, podemos começar a se indignar e a sofrer por antecipação. Sei que o teu sentimento é justo assim como de todos nós, porém percebo que os governantes do bem não se rebelam por conta que o Império têm a melhor tecnologia de matar e esta que vemos nas guerras convncionais são só aquilo que podemos ver, o Império está tecnologicamente avançado em termos de tecnologia pelo menos uns cem anos a nossa frente, a "pólvora" que eles espalham pelo mundo é somente fachada, é preciso ser um pouco ingênuo para acreditar que eles iriam fazer demonstrações de poderio bélico com armas "secretas", já que no segredo reside a chantagem, por outro lado acreditar que este desenvolvimento tecnológico foi criado sozinho nas pranchetas dos desenhistas também é um equívoco. Por isso meu caro Burgos eu consigo entender porque o resto mundo treme diante do Império.Afinal nós não conseguiremos combater as "sombras".
Esperemos que um pouco de luz seja jogado nas consciências de todos nós para ver se caem as máscaras dos nossos algozes.

Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...