Minha lista de blogs

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Enviar lixo tóxico para países pobres é considerado "Ajuda Humanitária"???

Empresa britânica admite ter exportado dejetos ilegalmente ao Brasi

Reino Unido - Uma companhia britânica admitiu, quinta-feira, ter enviado ilegalmente ao Brasil 89 contentores com mais de 15.000 toneladas de plástico que eram resíduos domésticos.

Diante de um alto tribunal de Old Bailey, a empresa londrina Edwards Waste Paper declarou-se culpada de ter exportado dejetos, o que vai contra a legislação da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico.

Dois directores da empresa, entre eles Simon Edwards, reconheceram também sua culpa e esperam agora a sentença do tribunal.

Outros dois cidadãos, Júlio da Costa e Juliano da Costa, acusados de ter concluído o envio para o Brasil, não se reconheceram culpados, e agora terão de se apresentar a julgamento a partir de Outubro.

As autoridades brasileiras descobriram a carga ilegal há três anos em um cais, e esta foi devolvida ao Reino Unido, onde foi desinfestada em Felixstowe, sudeste da Inglaterra.

"A exportação ilegal de resíduos representam um risco para a saúde humana e para o meio ambiente no país de exportação", disse a chefe da Agência Nacional do Meio Ambiente, Andy Highman.

"Além disso, atinge a indústria de reciclagem do país", completou.


------------------------------------

Para Relembrar

Em 2009 -

INGLATERRA MANDA LIXO PARA O
BRASIL

A Receita Federal e o Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul investigam o desembarque de 64 contêineres carregados com cerca de 1.200 toneladas de lixo tóxico, domiciliar e eletrônico nos portos de Rio Grande (RS) e Santos (SP).

O lote de lixo, que equivale a 7,7% do que é produzido por dia no município de São Paulo, veio da Inglaterra e foi enviado irregularmente ao Brasil, segundo a investigação.

40 contêineres estavam retidos em Rio Grande, oito foram parados na estação aduaneira de Caxias do Sul (RS) e 16 no Porto de Santos.

Na documentação entregue nas alfândegas, consta que a carga seria de polímero de etileno e de resíduos plásticos, que deveriam ser usados na indústria de reciclagem.
No entanto, além de sacolas plásticas, havia papel, pilhas, seringas, banheiros químicos, cartelas vazias de remédios, camisinhas, fraldas, tecido e couro, dentre outros.

Moscas e aranhas também foram encontradas nos contêineres.

O que chamou a atenção é que em um dos contêineres havia um tonel com brinquedos onde estava escrito:

"Por favor: entregue esses brinquedos para as crianças pobres do Brasil. Lavar antes de usar"

A carga partiu do porto de Felixstowe, um dos maiores do Reino Unido.

O presidente Lula se manifestou: não queremos importar lixo, como também não queremos mandar o nosso lixo a ninguém. E alfinetou os europeus: Eles, os membros da União Européia, que se dizem tão limpos, querem se descontaminar nos enviando uma montanha de lixo e dizem que é para reciclar. Mas quem vai reciclar preservativos?

------------------------------------

Para relembrar 2

Em 2011 -

Lixo eletrônico em países pobres


Área de descarte de eletrônicos

O Laboratório Federal para Ciência e Tecnologia de Materiais da Suíça (Empa) registrou os principais centros de reciclagem informal de lixo eletrônico em 11 países do mundo, em um esforço para chamar a atenção sobre os perigos da contaminação causados pelo processo.

O chefe do departamento científico da instituição, Mathias Schluep, disse à BBC Brasil que os países do oeste da África são os principais receptores de eletro-eletrônicos europeus e norte-americanos de segunda mão, parte dos quais se transforma rapidamente em lixo.

O transporte do lixo eletrônico, proibido internacionalmente, é feito de maneira clandestina para países africanos e asiáticos misturado a carregamentos de eletrônicos de segunda mão importados de países desenvolvidos.

"Os equipamentos usados são revendidos na África e na Ásia preços muito baixos. No entanto, cerca de 30% deles chegam quebrados. Metade deste total é conserta e revendida e a outra metade é descartada imediatamente", disse Schluep.

Em Gana, um dos principais receptores de eletrônicos europeus de segunda mão na África, testes feitos em uma escola próxima a um centro de reciclagem informal mostraram níveis de chumbo, cádmio e outros poluentes cerca de 50 vezes acima dos níveis considerados seguros.

Recicladores queimam partes de monitores

Na China e na Índia, os maiores países receptores e recicladores de lixo eletrônico na Ásia, trabalhadores realizam - manualmente e sem proteção - a separação de metais de placas de circuito, que liberam resíduos tóxicos no solo e nos rios.

A instituição suíça oferece treinamento e apoio a recicladores em diversos países, em parceria com governos, agências da ONU e empresas de eletrônicos, como a Microsoft, a Nokia e a Hewlett Packard.

De acordo com Schluep, a reciclagem e a extração de materiais de televisores, celulares e computadores quebrados é vista como oportunidade para milhares de comunidades mais pobres, em meio a alertas sobre a possível escassez de metais essenciais para a construção de equipamentos eletrônicos.

Homem conserta uma televisão quebrada

O Empa estima que em 100 mil celulares há cerca de 2,4 quilos de ouro, mais de 900 quilos de cobre e 25 quilos de prata, que valeriam mais de US$ 250 mil (R$ 430 mil) se fossem completamente recuperados.

---------------------------------

Será que enviar lixo tóxico para países pobres também é considerado "ajuda humanitária" pela ONU???

Burgos Cãogrino



Fonte: Angola Press , UOL , bbaronti

4 comentários:

QUAL CAMINHO SEGUIR? disse...

Interessante post em Burgos achei bacana a foto do Homem consertando a TV trabalhei, um bom tempo com eletronica, cara gosto de sucata(rsrsr) gosto de recuperar aparelhos antigos passa-tempo legal
E também pra economizar conserto os meus aparelhos também, meus monitores de LCD TV os utensílios domesticos da Dona do Lar eu mesmo conserto não descarto
fácil assim não heim! boa em Burgos
Tudo de Bom amigo

gilsonsampaio disse...

Burgos,
"O império onde o sol nunca se põe" desce o buraco da decadência mas não perde a arrogância de se achar o centro do mundo e os demais países não passam de "resto do mundo".
Abs

BURGOS disse...

Qual caminho a seguir?

Sería muito bacana se não fosse conserto do lixo que os Norteamericanos e Europeus enviam para lá.
E infelizmente não é só TV que enviam, mas a maioria lixo tóxico.

Um grande abraço meu amigo

BURGOS disse...

Gilson

"Não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe".

Vai chegar o dia em que até a arrogância cairá. E o ex "Império" terá que ficar de joelhos, e talvez nesse dia teremos a paz que tanto almejamos.

Um grande abraço meu amigo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...